Psychopsis papilo

R$79,99

Orquídea Psychopsis Papilo, planta adulta com haste floral na data de 13.04.18. Será enviada plantada no vaso.

Cultivo: preferência por alta luminosidade.
Em seu crescimento necessita de regas frequentes, porém, quando eles ficarem maduros, tem que espaçá-los até ficarem quase secos.

O Oncidium papilio é uma orquídea epífita com pseudobulbos cilíndricos achatados lateralmente de que saem apicalmente duas folhas coriaceas carnosas, em seu centro nascem duas hastes florais com flores de grande tamanho, de cor amarelo dourado com manchas de cor púrpura nas bordas, nas sépalas e no labelo, cujas bordas estão formando pregas.

Requer um vaso bem drenado com regas abundantes, enquanto estiver em desenvolvimento e mais seco quando formarem os novos pseudobulbos.

 

Como saber o momento certo de replantar uma Orquídea.

1.    A planta não tem mais espaço no vaso ou já esta fora dele;

2.    O vaso não oferece estrutura de sustentação para planta;

3.    O substrato está velho e/ou com cheiro ruim ou pragas como cochonilhas, caramujos e outras.

Se você observou alguns desses pontos, está chegando a hora de replantar, e o momento certo é quando as raízes das novas brotações estiverem com 2 ou 3 centímetros de comprimento. O novo vaso precisa ter cerca de três centímetros de separação entre a borda e a planta, e lembre-se de sempre colocar o vaso com os brotos novos ou frente das Orquídeas, virados para o lado de maior luminosidade.

 

Como escolher o substrato das Orquídeas.

Os substratos para Orquídeas devem ter boa drenagem, aeração, retenção de nutrientes, manutenção de umidade e deve garantir a sustentação e fixação da planta, fornecer espaço para as raízes crescerem, e ter pH adequado. Ele não pode conter resíduos, como gorduras, tanino, resinas e substancias químicas que danificam as raízes das orquídeas.

Pode ser composto por um ou vários materiais misturados e em diferentes proporções, como casca de pinus, carvão, madeira tratada e desfibrada, madeiras nobres, musgo esfagno, chips de fibra de coco, casca de arroz carbonizada, seixos rolados, pedras e outros.  A escolha do substrato para Orquídeas deve levar em consideração a espécie de orquídea e a disponibilidade de materiais, visando fornecer condições semelhantes ao ambiente que as orquídeas teriam na natureza.

 

Como enviamos as Orquídeas e outros produtos?

Sempre de forma segura, plantas são envasadas e tudo bem embalado. As plantas são hidratadas e preparadas de forma a não sofrer nenhum dano durante a viagem. Nossas caixas são conhecidas como “Caixas da Alegria” e considerada as mais seguras dentre todas do mercado nacional, simplesmente Caixas da Alegria preparadas especialmente para você.


Por que comprar no Orquideomania?

Trabalhamos com as mais lindas Orquídeas e tudo que você precisa para seu ideal cultivo. Somos especialistas no envio de Orquídeas pelo correio ou transportadora para todo o Brasil. Preparamos com todo cuidado e detalhe cada item comprado, embalados para garantir qualidade e beleza até a sua casa. Prontos para lhe atender como alegria, cor e muita flor.

 

Por que cultivar Orquídea?

As Orquídeas são plantas de fácil cultivo, na natureza são mais de 35 mil espécies. Admiradas por sua resistência, beleza e diversidade suas flores são vistosas e delicadas, destacando-se pelo formato, tamanho, fragrância, cores intensas e variadas. A maioria das Orquideas habita regiões tropicais e podem ser terrestres, rupícolas e epífitas. Na Natureza as Orquideas obtêm nutrientes da poeira trazida pelos ventos e da decomposição de matéria orgânica vegetal e animal. Em geral são muito resistentes e conseguem suportar longos períodos em condições adversas.

 

Como cultivar Orquídeas e a orientação do sol.

Em nossas casas, a janela voltada para o leste, que recebe o sol da manhã, dá a luz ideal para o cultivo das orquídeas. A janela da face oeste recebe a luz do sol da tarde, que normalmente é muito quente e exige uma tela de sombreamento ou uma cortina fina. A janela voltada para o norte também é considerada adequada, por receber maior luminosidade. Por fim, as janelas voltadas para o sul costumam ser escuras demais para o cultivo da maioria das orquídeas. Lembre-se que o sol muda de posição ao longo das estações do ano.
 


Entenda a intensidade da luz sobre as Orquídeas.

Este parâmetro é importante porque os nossos olhos costumam nos enganar quanto à quantidade de luz que um determinado ambiente recebe. Para termos uma noção, a medida de um dia ensolarado, ao meio-dia, é de 100.000 lux, e a iluminação artificial média em nossas casas é de apenas 400 lux. Embora não percebamos, pequenos detalhes como este fazem enormes diferenças. É importante observar que apenas alguns centímetros afastados de uma janela, e já temos um grande decréscimo na luminosidade. Lembre Orquídeas cultivadas sem iluminação adequada, sobrevivem, mas jamais darão flores. A coloração das folhas mostra se ela recebe a luz adequada ou não. Folhas escuras são sinais de pouca luz. O excesso de claridade causa folhas muito amareladas ou queimadas e também prejudica o desenvolvimento das plantas, podendo até mesmo matá-las.

Em geral, as orquídeas não se adaptam à exposição direta aos raios solares. Na natureza apenas algumas espécies vivem bem recebendo sol direto. Observando e identificando as suas Orquídeas, você poderá escolher o local mais adequado para cultivá-las.

 

Como funciona a unidade nas Orquídeas.

A unidade no vaso de orquídeas funciona semelhante as roupas estendidas no varal, que podem levar minutos para secar em dias muito secos, quentes e ventilados, ou permanecer molhadas em dias frios e chuvosos e também depende do tamanho da peça e tipo do tecido. Da mesma forma com o vaso de Orquídea, poderá secar rapidamente ou levar semanas para secar totalmente, vai depender do tipo e tamanho do vaso e substrato, assim como do local, temperatura, ventilação e umidade do ar.

 

Como regar as Orquídeas.

O ideal é regar molhando todo o substrato sempre que estiver seco, deixando escorrer o excesso de água. Nos períodos mais frios a rega deve ser diminuída. A maioria das Orquídeas precisam do substrato completamente seco antes de regar novamente, o metabolismo das Orquídeas necessita a alternância das raízes hora molhada, hora completamente seca.  O excesso de água pode apodrecer as raízes e mata suas Orquídeas.

Uma vez por mês é interessante fazer uma rega abundante, eliminando o excesso de sais retidos no substrato que podem queimar as raízes. Esse processo é parecido com o que acontece na natureza durante as chuvas torrenciais que lavam as raízes das plantas.

Uma forma mais simples e eficiente de saber o peso de cada vaso quando ele esta seco, e assim verificando o peso você saberá se é o momento ideal para regar ou não.

 

Como cuidar da adubação das Orquídeas.

O adubo foliar solúveis em água é bastante indicado para as Orquídeas, mas deve ser empregado principalmente nas raízes. A aplicação quinzenal é suficiente, mas precisa ser durante o ano todo. Não adube em pleno sol, o ideal é adubar no final do dia. A mistura sol e adubo pode causar queimaduras irreversíveis nas plantas. Você pode adubar também com adubo orgânico, o objetivo da adubação orgânica é proporcionar melhora da absorção dos nutrientes. Alterando as características físicas e aumento da atividade biológica do substrato.

 

Como cultivar Orquídeas sem pragas.

As pragas mais comuns são cochonilhas, pulgões, lesmas e percevejos, além de doenças causadas por fungos. Para evitar a presença delas, deve-se conservar o local sempre limpo, bem arejado e evitar o excesso de unidade. O ideal é deixar um espaçamento de um palmo entre as plantas e manter um programa de adubação adequada às Orquídeas. Garantindo a saúde e a nutrição das plantas você também evita o ataque das pragas.